Kit gás: como fazer uma economia segura?

Kit gás: como fazer uma economia segura?

Diante dos últimos acontecimentos noticiados sobre o kit gás, como um acidente com vítima fatal em um posto da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, muitos motoristas podem pensar que o sistema não é seguro para uso. Isso é um grande engano, mas para evitar problemas existem algumas precauções pertinentes para o uso no dia a dia. Além disso, a manutenção é fundamental. Essa, aliás, é a palavra-chave para ter um carro sem qualquer tipo de dor de cabeça.

Danilo Vasconcelos, especialista e CEO da Dinamicar Pneus, loja especializada em manutenção automotiva, fala sobre as precauções com o carro, principalmente para quem deseja ter ou manter com eficiência o GNV: “Todo motorista deve saber que o carro tem peças que não estão visíveis, mas que desgastam e causam problemas. O kit-gás é um desses sistemas com diversas peças vitais que não ficam tão expostas, como, por exemplo, a tubulação que leva o gás do cilindro ao motor”, explica.

Muita pressão pode danificar cilindro

Indo um pouco além da manutenção do sistema, que passa por uma revisão anual e um reteste de cilindro a cada cinco anos, o abastecimento do veículo movido a GNV é muito importante. É preciso ter cuidado com postos que prometem “alta pressão”. É verdade que quanto mais pressão, mais gás entra no cilindro, ou seja, com o mesmo valor de um abastecimento de baixa pressão, você terá mais gás no carro. O lado ruim é que quando se abastece com pressão acima dos limites do cilindro, o risco de uma ruptura deste equipamento é real. Assim, qualquer fissura no cilindro poderá causar uma explosão, o que pode ser fatal para os ocupantes do carro.

Os ocupantes, aliás, não devem permanecer no carro durante o abastecimento. Essa é uma regra de segurança estabelecida por lei, pois isso traz um enorme risco à segurança. Quem não tiver conhecimento, saiba que o abastecimento do gás, apesar de seguro, é o momento de maior vulnerabilidade. É preciso encará-lo com seriedade.

Não use aparelhos eletrônicos durante o abastecimento

Essa dica de segurança serve para qualquer abastecimento em posto de combustíveis. O uso de aparelhos eletrônicos induz a produção de fagulhas elétricas. O seu celular tem sim essa capacidade, e isso, em contato com um combustível ou mesmo com o seu vapor, tende a ser muito perigoso. É melhor evitar tal prática. Além disso, basta estar sempre atento e viajar em paz, respeitando os elementos de segurança.

0

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments